M2M – Entenda como essa tecnologia reduz custos e aumenta a produtividade

Nos últimos tempos, temos visto o aparecimento de diversos termos ligados à automação industrial e ao crescente uso de tecnologia nas fábricas. Por isso, hoje nós vamos falar sobre os benefícios trazidos por uma dessas tecnologias: a comunicação M2M.

Muito se fala sobre o potencial da tecnologia M2M para aumentar a produtividade e reduzir custos. Mas, afinal, o que isso significa? Como funciona a M2M e o que ela realmente pode fazer? Quer entender tudo? Então, fique ligado!

O que é a tecnologia M2M?

M2M é um acrônimo para machine to machine ou, em português, máquina a máquina. Como o nome sugere, ela diz respeito à comunicação entre duas máquinas, que podem ser equipamentos industriais, computadores, instrumentos de medição ou qualquer outro aparelho.

Essa comunicação pode ser usada para diversas aplicações, tais como:

  • plantas de óleo e gás podem coletar dados de pressão, vazão, temperatura etc. de maneira remota — os sensores no campo enviam essas informações para um computador ou outro dispositivo;
  • dispositivos variados podem ser equipados com sensores para autodetectar falhas e emitir informações sobre a necessidade de manutenção;
  • sensores instalados em semáforos atuando em conjunto com softwares de tráfego podem ajudar a controlar o fluxo de trânsito nas cidades;
  • plantas de diversos setores podem utilizar o M2M para fazer medições de poluição, nível de ruído, qualidade da água, uso de equipamentos, entre outros, e centralizar esses dados em uma rede ou software, facilitando a tomada de ações.

Como funciona?

A M2M é, de certa maneira, uma evolução da telemetria, que é uma comunicação entre dois dispositivos. Na telemetria, um sensor capta uma informação e transmite, geralmente, para um computador. Essa comunicação costuma ser feita via ondas de rádio.

Na M2M, por sua vez, a comunicação acontece utilizando redes sem fio e a internet. Os equipamentos possuem sensores com tecnologia sem fio, que coletam dados sobre um evento e enviam à rede. Diversos dispositivos podem ser conectados à mesma rede e são usados softwares para processar os dados recebidos.

Na verdade, também é possível utilizar uma rede com fios, mas foi justamente a expansão do uso de redes wireless que possibilitou a evolução das comunicações M2M. Sem a necessidade de usar cabos, os sistemas se tornaram mais simples de instalar e manter.

O que a M2M pode fazer pela sua empresa?

Como já dissemos, ela pode ser implementada em diversas áreas, sendo particularmente interessante para a indústria. Veja algumas vantagens obtidas ao utilizar a M2M!

Redução de custos

Antes de mais nada, a comunicação sem fio entre as máquinas reduz os custos de instalação e manutenção das redes. Além disso, ela fornece dados importantes sobre a utilização dos equipamentos e pode ser usada, por exemplo, para limitar o consumo (de energia, de dados, de combustível etc.) de determinado aparelho.

Ela também reduz custos na medida em que diversas tarefas que eram realizadas pessoalmente, por um funcionário, agora podem ser feitas automaticamente pelas máquinas.

Aumento de produtividade

Um grande desafio em muitas fábricas é encontrar uma maneira de acompanhar o desempenho individual das máquinas e a aumentar a performance coletiva das linhas de produção. Com a M2M, isso é perfeitamente possível.

As informações sobre a produção ficam disponíveis nas redes e pode-se obter uma visão ampla e, ao mesmo tempo, detalhada de todos os componentes e dos processos. Essa disponibilidade de dados em tempo real é crucial para o aumento da produtividade.

Segurança

A segurança em M2M vale tanto para proteção em termos de TI quanto em segurança dos funcionários. Com softwares apropriados e soluções de vigilância, é possível garantir que as redes, ativos e equipamentos fiquem protegidos.

Já em termos de segurança do trabalho, muitas medições e outras atividades realizadas em locais insalubres podem ficar no passado. A comunicação M2M permite que elas sejam feitas de maneira remota.

Por fim, ressaltamos que a necessidade de as fábricas e os profissionais se adaptarem às novas tecnologias de automação, indústria 4.0, comunicação M2M, internet das coisas, entre outras, é urgente. Quem não acompanhar a evolução da tecnologia tende a perder competitividade.

E você? Quer ficar por dentro do assunto? Então, assine a nossa newsletter e receba todas as novidades!

Prestigie nosso conteúdo compartilhando com seus amigos nas redes sociais, basta clicar em um dos botões abaixo…!

Leave A Comment

Send this to a friend