Projeto de Automação Industrial 2017-07-09T14:32:51+00:00

PROJETO DE AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL

A EngProcess desenvolve projetos de automação industrial com foco no escopo, custo e tempo, aplicando as boas práticas técnicas, reutilizando conhecimentos adquiridos e atendendo as normas vigentes.

Gerente analisando resultados do projeto de automação industrialEngProcess faz a gestão de projetos baseado no PMBOK da PMI, e possui equipe técnica qualificada para atender todas as etapas dos projeto, porém o cliente tem a opção de contratar individualmente os serviços: configuração de softwares, montagem de painéis, montagem de campo, geração da documentação, consultoria técnica, diligenciamento, plano diretor de automação e  informação (PDAI), técnicos de automação para testes em campo e gerenciamento de projetos.

Principais etapas dos projetos:

  • Proposta comercial e técnica – inicialmente é realizado junto ao cliente o levantamento das necessidades e escolhida a tecnologia e itens a serem usados no projeto e delimitação do escopo de fornecimento.
  • Abertura do projeto – após a aprovação pelo cliente da proposta comercial e técnica, é assinado o termo de abertura do projeto e realizada a reunião inicial do projeto ((kick-off meeting)  com todos os envolvidos, onde  são definidos  as metodologia de trabalho, plano de comunicação, os responsáveis técnicos do lado do cliente e da EngProcess, e obtenção de maiores detalhes do projeto.
  • Especificação funcional – documento com todos os detalhes do fornecimento, como: estruturação de tags, padrões para o sistema supervisório/IHM (cores, navegação entre telas, alarmes, relatórios, etc), integração com sistemas existentes, etc.
  • Projetos de painéis, interligações e redes – os documentos são emitidos, comentados pelo cliente e revisados até a  aprovação e certificação pelo cliente.Essa fase precede as compras, construções e montagens.
  • Construção de painéis e montagens industriais – com a equipe mobilizada e os documentos certificados são iniciadas as fases construtivas.
  • Configurações de software – é iniciada após a especificação técnica e compreende a programação dos PLC’s, SDCD’s, IHM’s, sistemas supervisórios, banco de dados, etc.
  • TAF – é o teste de aceitação em fábrica, onde os diferentes sistemas são integrados, testados e validados com a participação do cliente, minimizando as correções da implantação em campo.
  • Comissionamento e TAC – durante a implantação em campo com o processo parado, todos os instrumento e malhas são testadas desde o sensor instalado no processo, até a tela de operação (loop-test) e documentado em formulários do TAC (teste de aceitação em campo).
  • Operação assistida – período após o TAC onde os primeiros dias de operação tem acompanhamento técnico da EngProcess para assegurar o correto operação  das funcionalidades especificadas.
  • Treinamento – a operação e manutenção são treinadas, com o uso do manual de operação e manutenção.
  • As built da documentação – toda a documentação é revisada conforme anotações de eventuais alterações ocorridas durante todas as fases anteriores.
  • Entrega e aceite final – o termo de encerramento é emitido pelo cliente após o atendimento de todas as etapas do fornecimento.

Principais documentos de projeto fornecidos:

  • Especificação funcional –  informa os padrões para todo o desenvolvimento, detalhes do fornecimento, como: estruturação de tags, padrões para o sistema supervisório/IHM (cores, navegação entre telas, alarmes, relatórios, etc), integração com sistemas existentes, etc.
  • Cronograma – define de forma detalhada os prazos de cada tarefa e respectivos responsáveis.
  • Arquitetura de sistema – mostra como os equipamentos de automação estão interligados entre si e com os sistemas de TI.
  • Fluxogramas P&I (Processo e Instrumentação) – ilustra como a instrumentação está inserida no processo e os principais intertravamentos.
  • Lay-out de salas – mostra a distribuição dos painéis elétricos e de automação na sala do CCM ou a distribuição das estações de operação e engenharia na sala de controle.
  • Folha de dados de instrumentos e equipamentos – contém informações técnicas e de funcionamento que servem de base para a equipe de suprimentos.
  • Lista de instrumentos –  relaciona todos os instrumentos e suas principais funções, definindo o tipo, localização e serviço de cada instrumento.
  • Diagrama lógico – serve de base para a equipe de programação fazer a configuração de PLC’s e SDCD’s.
  • Diagrama de malhas – identifica a interligação entre o instrumento de campo até a sistema supervisório, detalhando os bornes da interligação, cabos e caixas de junção usados no trajeto.
  • Lista de cargas – usado para dimensionamento de fontes, UPS, disjuntores, etc.
  • Diagrama unifilar – informa a alimentação elétrica para a instrumentação e equipamentos do sistema de automação.
  • Lista de materiais – relaciona todos os materiais necessários para a montagem da instalação com informações de tipo, especificação técnica, quantidade e unidade de medida.
  • Lista de cabos – relaciona todos os cabos de interligação entre equipamentos, instrumentos, caixas de junção, CCM e painéis de automação.
  • Roteiro de aceitação – determina os critérios de aceitação do fornecimento para o TAC e TAF.
  • Manual de operação – descreve ao operador como usar e interpretar as informações do sistema de automação.
  • Manual de manutenção – descreve à equipe de manutenção como visualizar e fazer alterações nos sistemas de automação.
  • Lista de documentos – relaciona todos os documentos do projeto, com informações de códigos e descrição de documentos, revisões e respectivas datas.

 Depoimentos dos clientes:

A satisfação do cliente tem um grande significado para a EngProcess, nós nos esforçamos para fornecer as melhores soluções, produtos e serviços com agilidade e competência.

A melhor forma de avaliar a qualidade do nosso fornecimento é ouvir a voz dos clientes com quem trabalhamos:

depoimento-do-cliente“A EngProcess nos auxilia de forma rápida e dentro do orçamento dos nossos clientes.”

“Desde 2014 a AMB Engenharia conta com os serviços da EngProcess voltados à área de elétrica, instrumentação e automação. Nesses anos a EngProcess tem nos auxiliado na especificação dos componentes de projeto, desenvolvimento da documentação e realização das partidas de processo, além de nos auxiliar na elaboração de propostas de forma rápida e dentro do orçamento dos nossos clientes.”

Engº Antonio M. Batista

CEO da AMB Engenharia

Conheça esse case de sucesso.

Send this to a friend