Entenda agora 4 vantagens do sistema SCADA

Você já ouviu falar em sistema SCADA? A sigla refere-se a Supervisory Control And Data Acquisition (ou Sistema de Supervisão e Aquisição de Dados, em tradução livre). Trata-se de um sistema de monitoramento, supervisão e controle de variáveis a partir de um software.

Na prática, ele serve para acompanhar e intervir em processos que vão desde a produção de bens de consumo, até a prestação de serviços. Ele coleta os dados, os visualiza e supervisiona através de mecanismos específicos.

Mas afinal, como funciona o sistema SCADA?

Sistemas supervisórios contam com Controladores Lógicos Programáveis (CLPs), que servem para interligar sinais a partir de interfaces. Esses controladores normalmente contam com um aplicativo que funciona de forma cíclica.

Ele é responsável por adquirir dados de entrada, executar o programa e atuar nas saídas. As evoluções são registradas com base em resultados lógicos.

Na interface, esses resultados são dispostos graficamente, o que proporciona maior praticidade na hora das interpretações. Dessa forma, um sistema SCADA completo é composto por sistemas de controle, ou outros que se relacionem com equipamentos físicos, criando a interface.

Quais as vantagens de implantá-lo?

Alguns gestores já vêm aderindo ao uso do software e existem muitos outros que buscam uma ferramenta que proporcione melhores resultados. Já pensaram nesse tipo de sistema, mas não entendem quais são exatamente as suas vantagens.

Se você se enquadra nesse segundo grupo, listamos abaixo alguns dos principais benefícios trazidos pela ferramenta.

Analisar tendências

O sistema conta com um banco de dados que armazena informações de processos anteriores. Dessa forma, é possível analisar os processos para entender quais são as tendências.

Com base nessas informações, ações proativas podem ser tomadas de modo a otimizar os resultados da produção.

Disparar alarmes

Com um processo pré-estabelecido a partir de dados reais, o sistema passa a fazer um acompanhamento em tempo real de cada etapa. Há uma configuração do sistema que permite a geração de alertas sonoros.

Quando ela é ativada, um alarme dispara a cada vez que o processo produtivo apresenta alguma variável que destoa dos limites previstos. Assim, qualquer falha que ocorra em qualquer etapa do processo é sinalizada.

Esse fator é muito importante para que esses erros sejam corrigidos rapidamente e não interfiram de forma negativa em todo o processo.

Operar o processo de forma remota

Já que tudo o que acontece durante o processo é registrado no sistema, não é necessário que o responsável esteja presente no mesmo espaço físico no qual acontece a produção para acompanhá-la.

A partir da sala de controle, é possível ter acesso a cada etapa e, assim, fazer o monitoramento remoto.

Gerar relatórios gráficos

Para melhor acompanhamento, alguns tipos de relatórios podem ser gerados na própria estação de trabalho. Os principais são:

  • relatório de alarmes: basta escolher um período de tempo para obter uma listagem de todos os alarmes que foram disparados nesse intervalo;
  • relatório de acesso: é possível saber quais foram os últimos usuários a acessar o sistema e que alterações fizeram.

Resumidamente, o sistema SCADA é essencial para a otimização de processos na indústria. E ainda é possível terceirizá-lo junto a uma empresa de automação especializada nesse tipo de controle.

E você? Já conhecia o sistema SCADA ou pensa em implantá-lo na sua empresa? Deixe seu comentário abaixo.

 

By | 2018-03-10T16:12:50-03:00 20 de janeiro de 2018|Categories: Automação industrial|Tags: , , , , , , |0 Comments

Leave A Comment

Send this to a friend