Você sabe o que é MQTT? Descubra aqui!

Em qualquer companhia, a comunicação entre sistemas é fundamental para que todas as operações e processos sejam executados corretamente. Diante das várias opções tecnológicas existentes no mercado, aquela capaz de maximizar a eficiência de uma indústria, com certeza, é o MQTT.

Para entender o funcionamento e as vantagens desse sistema de mensagens não é necessário ser um profissional da tecnologia e informação. Neste artigo, ensinaremos qual o seu significado, como ele se opera na prática e no fim, quais são os motivos para implementar essa tecnologia. Confira!

O que é MQTT?

Message Queuing Telemetry Transport (MQTT) é um protocolo de mensagens destinado a sensores e pequenos dispositivos móveis. Seu principal uso é fazer as máquinas trocarem informações, modalidade de comunicação conhecida como Machine-to-Machine (M2M, ou em português, de máquina para máquina).

Essa tecnologia foi desenvolvida pela IBM no final dos anos 90, e sua finalidade original era conectar sensores de satélites ou pipelines de petróleo. Apesar de ter criado há um tempo, sua aplicabilidade ainda é excepcionalmente útil na atualidade, inclusive em diversos ramos empresariais.

Como é seu funcionamento?

A comunicação entre aparelhos é assíncrona, isso significa que os dados podem ser transmitidos com intervalos em um fluxo estável. Isso ocorre porque ele utiliza um paradigma de publishers (publicadores) e subscribers (assinantes) baseado em TCP/IP, cliente e broker.

Seu funcionamento não é tão complicado quanto parece: o publicador envia a mensagem ao broker, que enfileira e dispara as informações recebidas aos assinantes (que podem ser múltiplos aparelhos). Esses últimos recebem as mensagens que possuem interesse. O TCP/IP citado é uma forma de identificação entre os dispositivos.

Qual é a sua relação com a Internet das Coisas?

Internet of Things (IoT ou Internet das Coisas, em português) consiste em objetos que possuem sensores, conexões ou tecnologia embarcada capaz de coletar e transmitir dados — basicamente permite que bens sejam acessados como provedores e controlados remotamente.

O MQTT permite que os objetos da IoT se comuniquem e trabalhem cooperativamente, pois todos eles receberão os mesmos comandos, basta que tenham assinatura no broker.

Quais são os motivos para adotar a MQTT?

Essa tecnologia apresenta diversas vantagens diante das outras opções disponíveis no mercado. Confira:

Implementação em sistemas limitados

O MQTT possui uma codificação simples: suas linhas de código são pequenas e podem funcionar em sistemas precários. Seu funcionamento será eficaz em redes de internet limitada e também em hardware de dispositivo com restrições.

Como as mensagens não contêm dados além das informações necessárias, não ocorre o evento chamado de overhead, que é a sobrecarga de mensagens sobre o sistema utilizado, o que torna o processamento de informações mais ágil.

Flexibilidade

Esse protocolo é de domínio público, isso quer dizer que ele pode ser modificado para atender às necessidades de suas operações e implementado onde você desejar. Há suporte para amplos cenários e aplicativos para dispositivos e serviços de IoT.

Padronização

Outro benefício é a padronização dos hardwares (aparelhos físicos), pois toda a comunicação é feita por rede cabeada ou sem fio (Wi-Fi) — e como vários equipamentos possuem suporte nativo para essa tecnologia. 

Após a leitura deste artigo, percebe-se que a tecnologia do MQTT é ideal para aprimorar a coleta de dados e reduzir os custos da empresa. Além disso, sua implementação é fácil e flexível, ideal para aumentar a eficiência de um maquinário de segmentos industriais.

Você tem uma aplicação que precisa implementar o protocolo MQTT? A EngProcess projeta e monta gateways IoT para disponibilizar os dados em nuvem. Entre em contato com nosso time de engenharia que desenvolveremos uma solução dedicada à sua necessidade. 

Baixe agora o eBook gratuito e saiba por onde começar a implantação da indústria 4.0

ebook estratégias da implantação da indústria 4.0

 

Leave A Comment

Send this to a friend